quinta-feira, 2 de julho de 2015

Abertas inscrições para Sisutec

Educação Tecnológica

Poderão se candidatar ao Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica estudantes que participaram do Enem de 2014 e obtiveram nota superior a zero na redação

Divulgação/EBCAulas dos cursos terão início entre os dias 3 e 31 de agosto de 2015, de acordo com o edital
Aulas dos cursos terão início entre os dias 3 e 31 de agosto de 2015, de acordo com o edital
As inscrições para o Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) poderão ser feitas entre segunda-feira (29) e sexta-feira (3 de julho). Por meio do Sisutec, instituições públicas e privadas de ensino superior e de educação profissional e tecnológica oferecem vagas gratuitas em cursos técnicos para participantes do Enem. O edital foi publicado na edição desta sexta-feira (26) do Diário Oficial da União.
Podem se candidatar estudantes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014 e obtiveram nota superior a zero na redação. A divulgação dos resultados, em primeira chamada, está prevista para o dia 7 de julho. A segunda chamada deve sair no dia 14 de julho. As aulas dos cursos terão início entre os dias 3 e 31 de agosto de 2015, de acordo com o edital.
Terão prioridade no preenchimento das vagas os alunos de escolas públicas e os que estudaram na rede privada, na condição de bolsista integral. Ao fazer a inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções de curso. Também deve definir se deseja concorrer às vagas da ampla concorrência, àquelas destinadas aos estudantes da rede pública ou bolsistas da rede privada, ou às vagas reservadas a negros, pardos e indígenas.

Acesse o site http://sisutecaluno.mec.gov.br/ Tenha em mãos o número de inscrição e a senha no Enem 2014

As vagas remanescentes não ocupadas após as chamadas regulares poderão ser preenchidas, mediante inscrição online, por estudantes que concluíram o ensino médio nos últimos três anos, ou seja entre 2012 e 2014, independentemente da data de emissão do certificado. O período de inscrição irá de 20 de julho a 2 de agosto.
A consulta às vagas do Sisutec 2015 e o site para inscrição estarão disponíveis em breve, segundo o Ministério da Educação.
Fonte:

quinta-feira, 18 de junho de 2015

África - da Formação Continental aos Desafios do Século XXI

O Pré-Universitário Popular Resistência* convida os alunos do CEJA Niterói e toda a Comunidade para uma mesa redonda sobre a África, com a presença de professores da
Universidade Pedagógica de Moçambique, na sexta, 19 de junho, das 19 às 22h, no Liceu Nilo Peçanha.




Clique na imagem para ampliar.
*O Pré-universitário Popular Resistência é um Projeto de Extensão da Universidade Federal Fluminense, coordenado pelo Prof. Jairo Selles, professor da Faculdade de Educação da UFF e apoiado por ex-alunos, professores e alunos-mestres. Fundamentado na solidariedade, visando reparar de alguma forma os imensos danos causados aos alunos pela precária formação educacional que tiveram ao longo de pelo menos onze anos de estudo, é voltado exclusivamente aos alunos que não podem pagar cursos preparatórios para os exames vestibulares às universidades e ENEM. O Projeto Pré-universitário Popular Resistência é resultado da cooperação do Liceu Nilo Peçanha com a UFF, funcionando nas dependências do colégio.

quinta-feira, 11 de junho de 2015

Quem tem medo da Matemática?

Nos dias 11, 17 e 18 de junho, a Professora Guiomar realizará  a Oficina "Quem tem medo de Matemática?". Indicada para todos os alunos (Fundamental e Médio), a oficina visa desmistificar a matemática, a partir da sua história e de seu uso no dia dia, respondendo a perguntas como: "Por que estudar e aprender matemática?"

Utilizando recursos multimídia, a Professora Guiomar conduzirá os alunos pela fascinante "linguagem do Universo", apresentando a magia da matemática lúdica e reapresentando as regras de sinais.

Com 1 hora e 30 minutos de duração, a cada encontro, a oficina vem apresentando grande procura (para o dia 11 já não há vagas). Os alunos devem apressar-se, pois ela só será reeditada no segundo semestre.


Clique na figura para ampliá-la.

quarta-feira, 10 de junho de 2015

A importância da água para a manutenção da vida

A Professora Conceição realizou no dia 27 de maio oficina sobre a importância da água para as nossas vidas. A partir de exposição sobre a crise que o País enfrenta e leitura de algumas manchetes de jornais expostas em murais na sala de Geografia, foi realizado um levantamento de quando, onde e como utilizamos a água em nosso dia a dia, tanto no uso doméstico quanto no industrial e energético.
Ao final, os alunos "botaram a mão na massa", produzindo um texto sobre o tema "A importância da água para a manutenção da vida no Planeta".

Veja as fotos.







Concurso de Redação da Defensoria Pública da União

CONCURSO DE REDAÇÃO DA DPU VALORIZA TRABALHO COLETIVO DO CORPO ESCOLAR


Clique aqui para acessar o regulamento


Brasília - Um concurso de redação diferente, que oferece premiação ao estudante, ao professor e à escola, valorizando o trabalho coletivo, acaba de ser lançado pela Defensoria Pública da União (DPU). As inscrições terminam em setembro, mas a preparação não pode demorar, porque o objetivo é envolver todo o corpo escolar em torno do debate dos direitos da cidadania da população. Serão premiados 42 estudantes, 14 professores e três escolas com valor total de R$ 83.200.

O 1º Concurso de Redação da DPU está sendo oferecido para escolas da rede pública de todo o país. No total, serão concedidos prêmios para as três melhores redações de 14 categorias de estudantes, sendo que o primeiro colocado de cada categoria ainda premia também o professor que trabalhou o tema na turma do vencedor. As três escolas que organizarem as melhores estratégias de mobilização dos alunos ganharão o maior prêmio, no valor de R$ 10 mil, cada uma.

O tema do concurso, Eu tenho direito e a DPU está comigo!, deve ser debatido nas escolas tanto em ambiente de ensino como em atividades extraclasses, por meio dos professores. As redações precisam ter entre 20 e 30 linhas e devem ser escritas em sala de aula e em formulário próprio, que pode ser baixado do endereço de internet http://www.dpu.gov.br/concursoredacao2015/ , onde também pode ser consultado o regulamento de inscrição e impresso o material de divulgação interna.

As 14 categorias de redação dos estudantes são divididas entre alunos matriculados no ensino regular e na modalidade de educação para jovens e adultos (EJA), alcançando do 6º ano ao 9º ano do ensino fundamental e os três anos do ensino médio. Em cada categoria, o vencedor ganha R$ 1 mil, o segundo colocado R$ 500 e o terceiro R$ 300. O professor que organizou os debates da redação vencedora ganha R$ 2 mil. O envio das redações deve ser feito pela escola até o dia 4 de setembro.

O papel das escolas no concurso de redação da DPU tem grande importância. Além de serem responsáveis por inscrever as redações dos seus alunos concorrentes - somente uma por cada categoria, após seleção interna -, as instituições também podem ser premiadas pela estratégia de mobilização e sensibilização do seu corpo discente. As escolas poderão inscrever suas estratégias acompanhadas de vídeos e fotos para detalhar melhor as ações.

Assessoria de Comunicação Social
Defensoria Pública da União